O que considerar na hora de escolher o sistema empresarial?

Insight One

Uma empresa inovadora e experiente, oferecendo o que há de melhor no mercado para ajudar no sucesso da sua empresa

12/02/2021

Leia em 4 minutos

Um sistema empresarial ERP funciona como uma fonte de informação que auxilia e gerenciar melhor processos internos e mostrar a situação real da empresa. Em outras palavras, é possível saber se a companhia está lucrando ou tendo prejuízo, bem como se o nível de eficiência está alto ou baixo, sendo fundamental para o negócio se manter em meio a esse cenário de pandemia. Como disse Darwin, “Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta à mudanças”. Nesse sentido, o ERP é fundamental, pois fornece informação confiável e rápida para a tomada de decisão.

Além disso, muitas vezes, as empresas precisam otimizar processos ineficientes, que a impedem de ser mais produtiva e competitiva. Nesse sentido, o uso da tecnologia é essencial, por ajudar os gestores e colaboradores a se inserirem em uma cultura orientada por dados, que é uma grande tendência dos dias atuais.

Ficou interessado em saber mais sobre o assunto? Acompanhe as seções a seguir e fique por dentro das dicas de como escolher corretamente um sistema empresarial!

Pesquisar a solução

Um ponto considerado chave na hora de escolher o sistema empresarial está em saber quais as necessidades do negócio. Isso é feito por meio de um planejamento estratégico, onde os objetivos e os planos de ação são devidamente traçados. Além disso, os gestores precisam ter em mente tudo aquilo que precisa ser corrigido, eliminado ou automatizado. Com base nessas informações, eles terão os meios de pesquisar e encontrar um sistema que seja robusto e atenda às necessidades da companhia.

Avaliar o custo-benefício

O uso de ERP nas empresas é fundamental para o futuro do negócio, pois ajuda a reduzir vários custos, bem como automatiza processos e melhora a comunicação com clientes, parceiros e fornecedores. Embora seja a solução mais cara, o SAP não só funciona bem, mas também supera as expectativas antes colocadas pelos gestores e traz retorno dentro de pouco tempo.

Inovação

A inovação causada pelo ERP está relacionada com o aumento no valor agregado que uma solução oferece à empresa, o que impacta a satisfação do consumidor final. Processos repetitivos a suscetíveis a erros passam a ser automatizados, elevando a eficiência e a produtividade dos colaboradores e tornando o negócio mais competitivo. A empresa que lança mão da inovação tem uma maior facilidade na hora de atrair e fidelizar clientes, assim como pode usá-la para incentivar os profissionais a serem inovadores, independentemente do setor.

Prezar pela praticidade

Não adianta adquirir uma solução que não será bem-aceita pelos colaboradores em termos de praticidade. Em outras palavras, é importante investir em uma ferramenta que integre os departamentos, de modo a centralizar as informações e facilitar a comunicação entre os profissionais dos setores.

Sistemas enxutos e intuitivos tendem a ter mais sucesso, de modo que os profissionais possam extrair ao máximo as suas funcionalidades.

Observar a usabilidade

Um pouco diferente da praticidade, a usabilidade diz respeito ao sistema estar customizado de acordo com as necessidades atuais do negócio. Isso significa, na prática, que a implantação do sistema deve ser gradativa, permitindo que os colaboradores se acostumem a usá-lo e tirem dele o máximo proveito.

Conforme eles vão dominando as funcionalidades do software, novas etapas de implementação podem ser realizadas.

Considerar a mobilidade

Hoje em dia, usar sistemas adaptados para dispositivos móveis é de extrema importância. Isso porque essa possibilidade facilita a comunicação e faz com que os profissionais tenham acesso ao sistema e aos dados do negócio em qualquer lugar, desde que tenham um dispositivo conectado à internet — o que é útil quando o colaborador estiver trabalhando externamente, por exemplo.

Ter um software de gestão líder e referência mundial na área ajuda o negócio a ter mais credibilidade no mercado, contribuindo na consolidação da sua marca. Um sistema empresarial, entre outras coisas, faz com que seja possível gerenciar melhor os seus processos internos, o que contribui na redução de custos e na automatização de rotinas repetitivas.

O que achou deste conteúdo? Aproveite a visita em nosso blog e curta a nossa página no LinkedIn!

TAGS:

, , , , , , , , , , , ,

POSTS RECENTES